As tecnologias seus desafios e o meio ambiente

A Internet é um mecanismo que propicia a rápida propagação de acontecimentos e fatos ampliando o espaço de ação dos movimentos sociais que passam a difundir informações e a vincular denúncias com o intuito de mobilizar uma quantidade razoável de pessoas em torno de uma causa específica ou de um tema. O ambiente virtual, visto como um canal de comunicação acaba desempenhando o papel de unir as pessoas em torno de um ideal, mobilizando internautas e criando espaço para discussões e protestos dentro e fora da rede. Segundo pesquisa realizada no ano de 2015 pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação da Comunicação (Cetic.br) o acesso à internet chegou á 50% das casas no Brasil. Apesar do aumento gradual do acesso à internet é importante ressaltar que ainda subsistem muitos excluídos digitalmente, que na maioria dos casos são oriundos de classes baixas e possuem pouca escolaridade.

O movimento ambientalista utiliza noticiários de televisão, rádios e jornais para manifestarem-se sobre assuntos que relacionam a preservação da natureza. Tal movimento social é constituído por organizações não governamentais e voluntários interessados em promover e incentivar a proteção do meio ambiente. Desta forma a internet passou a contribuir para a propagação da causa ambiental, em que grupos locais em qualquer parte do mundo, passam a ter condições de agir de forma global, exatamente no mesmo nível em que surgem os principais problemas relativos ao meio ambiente. Um dos exemplos para o ativismo online foram as manifestações nas redes sociais com o objetivo de vetar o novo Código Florestal aprovado em 2012, e que no dia 18 de abril de 2016, foi discutido em audiência pública no Supremo Tribunal Federal com apoio do segmento científico e acadêmico, onde se questionam pontos da lei referente a proteção da reserva legal, área de preservação permanente e a regulação do cadastro ambiental rural. Através da internet também é possível a propagação de denúncias relacionadas a crimes ambientais assim como a aproximação da sociedade em questões que se relacionam a comunidades tradicionais com os impactos de grandes empreendimentos e proporções de acidentes ambientais.

O mecanismo do engajamento ambiental por meio virtual acaba promovendo, em um primeiro momento, um local de encontro entre as conexões dos internautas e a difusão de informações, as redes proporcionam mais voz às pessoas na construção de valores diferentes. Mesmo que tais manifestações não alcancem o completo sucesso esperado, esta postura acaba enfraquecendo os defensores das teorias de que o uso das novas tecnologias da informação não mudaria a participação político-democrática que as redes virtuais possuem, lembrando que grande parte do processo de mobilização, antes passava pelas mídias tradicionais pertencentes ao domínio de poucos. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) recentemente sinalizou o fim da era da internet ilimitada no Brasil onde deveria ser cobrado o consumo excedente do pacote de franquia pago pelo cliente, o que gerou grande mobilização social e assim a Anatel lançou nota dizendo que o processo segue sem prazo determinado, e as prestadoras de serviços de internet continuam proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedentes dos consumidores. Se é por meio da notícia que nos mobilizamos, se é por meio do domínio de poucos que enxergamos uma única verdade e se a internet nos proporciona a abertura de se discutir toda uma realidade, o que de fato ficaria caro ao se limitar o nosso acesso tecnológico? Conhecimento às vezes incomoda mesmo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s